Actividades
 
DIA DE MARTIM 2007 15-08-07
   
    A iniciativa da Junta de Freguesia continua a movimentar todos os Martinenses, sem excepção, para um dia diferente. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de 'matarem' saudades da Terra e das gentes de Martim.
   
 
MARTIM LIMPO 2007 Julho 07
   
A Junta de Freguesia de Martim aderiu, pelo sexto ano consecutivo, ao programa Ocupação de Tempos Livres (OTL) do Instituto Português da Juventude (IPJ) . Desta vez, mais de 30 jovens da terra aceitaram o desafio e participaram no projecto Martim Limpo, permitindo durantes os meses de Julho e Agosto deixar os espaços públicos da freguesia bem mais asseados.
   
 
VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS Julho 07
   
A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, pelo terceiro ano consecutivo, ao programa Voluntariado Jovem para as Florestas do Instituto Português da Juventude. Este ano, como houve menos verbas disponíveis a nível nacional, também em Martim houve menos jovens voluntários a vigiar.
   
 
CARNAVAL 2007 20-02-07
   
    A Junta de Freguesia de Martim realizou o 6º Desfile de Carnaval no dia 20 de Fevereiro de 2007. Imaginação e originalidade marcaram, mais uma vez, o desfile.
   
 
DIA DE MARTIM 2006 15-08-06
   
    A iniciativa da Junta de Freguesia continua a movimentar todos os Martinenses, sem excepção, para um dia diferente. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de 'matarem' saudades da Terra e das gentes de Martim.
   
 
MARTIM LIMPO 2006 Julho 06
   
    Trinta e cinco jovens da terra aceitaram, mais uma vez, o desafio da Junta de Freguesia de Martim. O projecto 'Martim Limpo', inserido no programa de Ocupação de Tempos Livres (OTL) do Instituto Português da Juventude (IPJ) permitiu durantes os meses de Julho e Agosto deixar os espaços públicos da freguesia bem mais asseados.
   
 
VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS Julho 06
   
    A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, pelo segundo ano consecutivo, ao programa Voluntariado Jovem para as Florestas do Instituto Português da Juventude. Os primeiros jovens voluntários para as florestas começaram a vigiar o monte de Martim no dia 16 de Julho e o último grupo terminou no dia 31 de Agosto. Por cada período, andaram dois grupos, que permaneceram das 9 às 20.30 horas, cada grupo tinha dois jovens, que percorreram o monte durante 5.30 horas por dia.
   
 
CARNAVAL 2006 28-02-06
   
    A Junta de Freguesia de Martim realizou o 5.º Desfile de Carnaval no passado dia 28 de Fevereiro. Mais uma vez fomos todos surpreendidos. Imaginação e originalidade não faltaram. Mais participantes, quase todos os lugares representados, muito mais público. E valeu, sobretudo, pelo convívio que, mais uma vez, se conseguiu.
   
 
DIA DE MARTIM 2005 15-08-05
   
    Pelo quarto ano consecutivo, a Junta de Freguesia promoveu o ‘Dia de Martim’. O convite especial a todos os martinenses foi aceite por milhares de pessoas que não perderam a oportunidade de participar no dia dedicado à freguesia. Eucaristia, rally paper, prova de atletismo, jogos tradicionais, piquenique, sardinhada e caldo verde, música e dança com os artistas da terra, animação para os mais novos e fogo de artifício fizeram as delícias de quem aceitou o convite.
   
 
MARTIM LIMPO 2005 Julho 05
   
    A Junta de Freguesia de Martim, tal como o fez há dois anos, candidatou-se ao programa de Ocupação de Tempos Livres (OTL) do Instituto Português da Juventude (IPJ) com o projecto Martim Limpo. A limpeza do Rio Labriosque é o objectivo desta candidatura que foi aprovada mais uma vez pelo IPJ. Durante os meses de Julho e Agosto, cerca de 30 jovens da freguesia, limpam o nosso rio.
   
 
VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS Julho 05
   
    A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, este ano, ao Projecto Voluntariado Jovem para as Florestas do Instituto Português da Juventude, com o objectivo de zelar pelo nosso monte.
Durante os meses de Julho e Agosto, 15 jovens da freguesia aceitaram o desafio e todos os dias, incluindo sábados e domingos, vigiaram e protegeram o nosso monte.
   
 
CARNAVAL 2005 08-02-05
   
    A Junta de Freguesia de Martim realizou o 4.º Desfile de Carnaval. Mais participantes, praticamente todos os lugares representados, muito mais público. A imaginação e originalidade, também, voltaram a marcar presença.
   
 
DIA DE MARTIM 2004 15-08-04
   
    Muita animação, música e convívio foram os ingredientes fundamentais do Dia de Martim, deste ano. Pelo terceiro ano consecutivo, a Junta de Freguesia de Martim, em Barcelos, promoveu o ‘Dia de Martim’ e, mais uma vez, o convite especial foi feito a todos os Martinenses.
   
 
DESCOBRIR MARTIM Julho 04
   
    Demasiadas são as povoações portuguesas degradadas, sem carácter nem espírito, destroçada a personalidade, perdida a beleza. Resta a paisagem e mesmo essa, algumas das vezes, aparece adulterada por desastrosas intervenções do homem. Destroem-se valores, levantam-se pseudo modernismos avolumando um grave problema e prejuízo que a todos nos afecta e urge resolver.
   
 
MARTIM LIMPO 2004 Junho 04
   
    A segunda fase da campanha de sensibilização ambiental 'Martim Limpo' avançou em Junho. Numa segunda fase, a campanha abordou a Regra dos 3 R’s. Para isso, apostou na colocação de cartazes nos estabelecimentos públicos e distribuição de desdobráveis por todos os martinenses, com informações úteis, com destaque para a utilização correcta e assídua dos ecopontos.
    Ainda nesta fase, a Junta de Freguesia contou com a colaboração do Departamento do Ambiente da autarquia realizando uma acção de sensibilização pública para todos os martinenses, com especial atenção para as crianças e jovens da freguesia. Uma visita à Resulima das crianças da escola e a colaboração com a Fundação do Gil na campanha de recolha de tinteiros e toners usados foram outras iniciativas
   
 
CARNAVAL 2004 24-02-04
   
    A Junta de Freguesia de Martim realizou o 3.º Desfile de Carnaval. Mais uma vez fomos todos surpreendidos. Imaginação e originalidade não faltaram. Mias participantes, mais lugares representados, muito mais público. e valeu, sobretudo, pelo convívio que, mais uma vez, se conseguiu.
   
 
DIA DE MARTIM 2003 15-08-03
   
    Mais uma vez, a Junta de Freguesia promoveu o Dia de Martim. E todos os Martinenses já esperam ansiosamente por este dia. O objectivo mantinha-se: juntar novos e menos novos num convívio saudável e divertido, aproveitando o facto de esse dia ser sempre feriado, estarem na terra muitos dos nossos emigrantes e a maior parte das pessoas estar de férias.
   
 
MARTIM LIMPO 2003 Junho 03
   

    A produção de resíduos é um problema grave da nossa sociedade e diz respeito a cada um de nós. A sua elevada e crescente produção acompanha o crescimento populacional e industrial, mas está a pôr em perigo o ambiente e a saúde de todos. Martim Limpo é uma campanha de sensibilização ambiental, que a Junta de Freguesia de Martim pretende desenvolver junto dos martinenses, com a ajuda do Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Barcelos.

   
 
CAMPANHA EDUCATIVA 2003 04.04.03
   

    A Junta de Freguesia de Martim aceitou o desafio da Câmara Municipal de Barcelos e foi a primeira autarquia do concelho a aderir à Campanha Educativa 2003, promovida pela Câmara Municipal de Barcelos, através do Pelouro da Juventude.

   
 
CARNAVAL 2003 04.03.03
   

    A organização do Desfile de Carnaval este ano era ponto assente desta Junta de Freguesia. Com o sucesso do desfile do ano passado, só tínhamos que continuar a dar alegrias aos martinenses. E assim foi.
Fomos surpreendidos, mais uma vez, e todos os martinenses voltaram a dar-nos um "presente" que nunca pensamos que fosse ainda maior e muito melhor do que o do ano passado.

   
 
DIA DE MARTIM 2002 15.08.02
   

    Porquê DIA DE MARTIM? A ideia surgiu durante a campanha eleitoral do nosso grupo "MARTIM ACTIVO". O objectivo: mais uma vez juntar novos e menos novos num convívio saudável e divertido, aproveitando nesse dia ser sempre feriado e, que maior parte das pessoas estão de férias.

   
 
CARNAVAL 2002 12.02.02
   

    A ideia de organizar um desfile de Carnaval na nossa freguesia era ambiciosa e sinónimo de "grande desafio". Nem um mês faltava (desde o dia 8 de Janeiro- dia da tomada de posse) para o Carnaval e organizar um desfile não seria tarefa fácil, mas a decisão imediata foi a de o organizar. Fomos surpreendidos e todos os martinenses nos deram um "presente" daqueles que nunca pensávamos receber.

   
 
 
 
 
   
DIA DE MARTIM 2007 15-08-07
   
    A iniciativa da Junta de Freguesia continua a movimentar todos os Martinenses, sem excepção, para um dia diferente. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de 'matarem' saudades da Terra e das gentes de Martim.

A iniciativa da Junta de Freguesia continua a movimentar todos os Martinenses, sem excepção, para um dia diferente. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de 'matarem' saudades da Terra e das gentes de Martim.
Todos já anseiam que chegue o 'grande dia'. Ao convívio juntam-se 'ingredientes' necessários para uma boa festa: eucaristia, rally paper, prova de atletismo, piquenique, jogos tradicionais, música e muitas surpresas para todas as idades e todos os gostos.
O programa para o 'Dia de Martim', apesar de ter sempre muitas novidades e surpresas, continua a manter algumas tradições.

Programa:

7 horas: Eucaristia por todos os Martinenses
8.30 horas: Rally Paper
9.30 horas: Prova de Atletismo
12.30 horas: Piquenique
15 horas: Jogos Tradicionais
19 horas: Caldo verde e sardinhada
21 horas: Música

Depois da Eucaristia, logo cedo, por todos os martinenses, os participantes no Rally Paper já faziam junto ao antigo campo de futebol. Este ano, participaram dezenas de martinenses em 19 carros, todos prontos para muitas aventuras e surpresas. A animação foi total e todas as pessoas que participaram têm histórias para contar. Entre a descoberta de lugares na freguesia, da aventura, do conhecimento do tradicional e de cultura geral, passando pela brincadeira. Houve um pouco de tudo. Os grandes vendedores foram: em 1.º lugar ficou a equipa nº19 (Jipe Shell Gás) de Ricardo Gonçalves, em segundo lugar ficou a equipa nº 1 (Gamblers) de Augusto Ferreira, e em terceiro lugar ficou a equipa nº18 (El Matador) de João Silva.
No atletismo, dezenas de crianças e jovens participaram, este ano, na competição. No escalão 0 aos 12 anos, masculino, os vencedores foram Rui Pedro Alves, João Carlos Borges e Cristiano Silva, em primeiro, segundo e terceiro lugar respectivamente. No mesmo escalão, mas nos femininos, ocuparam os primeiros três lugares, respectivamente, Joana Araújo, Ana Isabel Borges e Catarina Azevedo. No escalão 13 aos 16 anos, conquistaram os três primeiros lugares, no escalão feminino, Tânia Lopes, Maria Isabel Sabino e Conceição Barbosa. No escalão masculino ganharam Jorge Faria e Flávio Barbosa.
No piquenique dava gosto ver novos e velhos a chegar ao campo com o típico farnel "às costas". A tarde começou bastante animada com a participação em massa de velhos e novos nos jogos tradicionais. Na corrida do saco a vencedora foi Celeste Barbosa e o vencedor foi Victor Borges. No jogo da colher a vencedora foi Daniela Gomes e o vencedor foi João Silva e no jogo da Corda da Força ganharam a equipa feminina de Ana Filomena Sabino, e a equipa masculina foi a do João Cruz.
A animação continuou com os insufláveis para os mais novos. A euforia atingiu novos e menos novos. As filas para todas as animações eram intermináveis. Toda a gente queria experimentar.
Antes da sardinhada e da entrega dos prémios, houve, ainda, tempo para a actuação do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Martim e dos cantares ao desafio para 'aqueceram' os ânimos.
Depois da sardinhada e do caldo verde chegou a hora da música popular subir ao palco. No final, à meia-noite, o céu voltou a ficar colorido com o fogo de artifício para terminar a festa deste ano.
 
 
   
MARTIM LIMPO 2007 Julho 07
   
A Junta de Freguesia de Martim aderiu, pelo sexto ano consecutivo, ao programa Ocupação de Tempos Livres (OTL) do Instituto Português da Juventude (IPJ) . Desta vez, mais de 30 jovens da terra aceitaram o desafio e participaram no projecto Martim Limpo, permitindo durantes os meses de Julho e Agosto deixar os espaços públicos da freguesia bem mais asseados.

Mais de 30 jovens da terra aceitaram, mais uma vez, o desafio da Junta de Freguesia de Martim. O projecto 'Martim Limpo', inserido no programa de Ocupação de Tempos Livres (OTL) do Instituto Português da Juventude (IPJ) permitiu durantes os meses de Julho e Agosto deixar os espaços públicos da freguesia bem mais asseados.
A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, pelo sexto ano consecutivo, ao programa. A campanha de sensibilização ambiental 'Martim Limpo', que a Junta de Martim está a promover com a colaboração do pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Barcelos, esteve de volta. O asseio dos espaços públicos da terra foi a grande aposta desta campanha. Depois das campanhas de sensibilização, das palestras, da limpeza do rio Labriosque, chegou nos últimos dois meses a limpeza dos espaços públicos da freguesia.
Como sempre as inscrições ultrapassam as possíveis, mas só pouco mais de 30 jovens é que tiveram oportunidade de participar no projecto.
Desde o início de Julho até ao dia 24 de Agosto, os jovens divididos em grupos de oito e nove elementos, andaram de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas, a realizar um série de tarefas em prol do ambiente e da boa imagem da terra.
A limpeza de terrenos, de equipamentos, das placas de sinalização, de alguns caminhos foram as tarefas que os jovens tiveram que desenvolver.
A Junta de Freguesia aproveita este programa para o conciliar ao projecto que iniciou já lá vão seis anos.
Os primeiros dois grupos limparam as placas de sinalização e o terreno onde se realiza, há seis anos, o Dia de Martim, a 15 de Agosto. O terceiro e quarto grupos limparam os caminhos da freguesia e o cemitério. Os jovens, muitos deles 'repetentes' no projecto, gostaram da experiência e prometem regressar para o ano.
 
 
   
VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS Julho 07
   
A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, pelo terceiro ano consecutivo, ao programa Voluntariado Jovem para as Florestas do Instituto Português da Juventude. Este ano, como houve menos verbas disponíveis a nível nacional, também em Martim houve menos jovens voluntários a vigiar.

Os únicos jovens voluntários para as florestas vigiaram o monte de Martim de 16 a 31 de Julho. Andaram dois grupos, que permaneceram das 9 às 20.30 horas, cada grupo tinha dois jovens, que percorreram o monte durante 5.30 horas por dia.
O Programa "Voluntariado Jovem para as Florestas", cuja concepção, implementação e controlo de execução está a cargo do Instituto Português da Juventude, foi lançado ano passado a nível nacional e destina-se a jovens com idade compreendida entre os 18 e os 30 anos. Este programa visa a preservação dos recursos florestais, através da sensibilização da população, a prevenção de incêndios florestais, assim como a monitorização e reflorestação de áreas ardidas.
Tendo em conta que o problema da preservação dos recursos florestais, além de ser um problema económico, social e humano é também um problema cultural, e só poderá ser sensivelmente atenuado com a participação dos jovens de hoje, através da consciencialização, sentido de comunhão e partilha do bem comum que constituem as florestas e todos os seus recursos dos quais eles serão os fieis depositários, o Conselho de Ministros resolveu criar o programa "Voluntariado Jovem para as Florestas" (Resolução do Conselho de Ministros nº. 63/2005).


Jovens vigiam a floresta

Os jovens mostraram-se entusiasmados para cumprir a tarefa. De salientar que, de forma a congregar todos os esforços na minimização dos incêndios florestais, nomeadamente neste ano de seca, é imprescindível um comportamento responsável por parte de todos os cidadãos.
A nível nacional são 10 mil os jovens que andaram a vigiar a floresta. A assinatura do protocolo relativo ao Programa de Voluntariado Jovem para as Florestas, entre a Direcção-Geral dos Recursos Florestais e o Instituto Português da Juventude foi estabelecido e esta cooperação tem como objectivos a protecção e preservação dos recursos florestais e a protecção dos ecossistemas naturais. O programa contemplou a realização de acções de sensibilização e limpeza e manutenção dos espaços florestais e de recreio.
O Programa de Voluntariado Jovem para as Florestas 2007 atribui especial relevo à necessidade de valorizar a prevenção aos fogos florestais junto de aglomerados populacionais e áreas habitacionais identificadas nas propostas técnicas dos planos de defesa da floresta municipais ou intermunicipais.
Com esta parceria e a sua implementação no terreno, a Direcção-Geral dos Recursos Florestais (DGFR) e o Instituto Português da Juventude (IPJ) asseguraram a participação directa nas acções de protecção, preservação e prevenção de 10 mil jovens residentes em Portugal Continental.
 
 
   
CARNAVAL 2007 20-02-07
   
    A Junta de Freguesia de Martim realizou o 6º Desfile de Carnaval no dia 20 de Fevereiro de 2007. Imaginação e originalidade marcaram, mais uma vez, o desfile.

Programa:

14 horas: Concentração na saída à EN103, em Martim d'Além
15 horas: Saída do desfile
16.30 horas: Chegada ao Largo de Santo António
17 horas: Entrega e distribuição de prémios


Desfile:

1- Carro da organização

2- Lugares Representados

*Lugar da Cárcova
Este lugar esteve representado pelo grupo de Cantares ao Desafio.

*Lugar da Costa
Este lugar apresentou uma representação da Clínica Veterinária, o barco do Futuro do Labriosque e duas rainhas: a Sereia e a Rainha do Amendoim.

*Lugar da Lousa
Este lugar representou o quotidiano dos Cowboys.

* Lugar de Martim d'Além
Este lugar esteve representado com o carro Samba do Talher e respectiva Rainha, o carro 'Queremos nascer em Barcelos' e a Rainha das Caricas.

*Lugar da Pousada
Este lugar apresentou o foguetão com o Turismo Espacial.

*Lugar da Riquinha
Este lugar esteve presente com as representações 'No monte da Riquinha a caça é escassa' e 'Uns caçam outros serram' e a Rainha do Eucalipto.

*Lugar do Valteiro
Este lugar esteve representado com o carro 'A conquista de Valteiro aos Mouros' e a Rainha da Conquista.

*Lugar da Venda
Este lugar foi representado com a 'Tasca de Santo António', o 'Fumeiro'.


3. Outras Representações

* Um grupo de martinenses de vários lugares fizeram a
representação 'Nazarenos contra poveiros'.

*Da freguesia de S. Bento da Várzea estive presente um grupo com o carro 'Pêgo Várzea'.


Nota:

Além dos participantes nos carros alegóricos apareceram dezenas e dezenas de figurantes individuais que ingressaram no desfile no lugar onde moram.
De destacar, as milhares e milhares de pessoas que acabaram por assistir efusivamente ao desfile. Pela estrada nacional não faltavam pessoas, muitas, mas muitas caras desconhecidas, batendo record na assistência.

Distribuição de prémios

*Diplomas de participação para todos que integraram o desfile e cabazes por todos os carros alegóricos e/ou representações
*Melhor Mascarado
O Agricultor- Lugar de Martim d' Além
*Melhor Representação
'A conquista de Valteiro aos Mouros'-Lugar de Martim d'Além
*Melhor Ideia
'Turismo Espacial'
*Melhor Carro Alegórico
Barco 'Futuro do Labriosque'
*Melhor Rainha 2007
Rainha do Amendoim

 
 
   
DIA DE MARTIM 2006 15-08-06
   
    A iniciativa da Junta de Freguesia continua a movimentar todos os Martinenses, sem excepção, para um dia diferente. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de 'matarem' saudades da Terra e das gentes de Martim. Todos já anseiam que chegue o 'grande dia'. Ao convívio juntam-se 'ingredientes' necessários para uma boa festa: eucaristia, rally paper, prova de atletismo, piquenique, jogos tradicionais, música e muitas surpresas para todas as idades e todos os gostos.
O programa para o 'Dia de Martim', apesar de ter sempre muitas novidades e surpresas, continua a manter algumas tradições.

Programa:

7 horas: Eucaristia por todos os Martinenses
8.30 horas: Rally Paper
9.30 horas: Prova de Atletismo
12.30 horas: Piquenique
15 horas: Jogos Tradicionais
19 horas: Caldo verde e sardinhada

Depois da Eucaristia, logo cedo, por todos os martinenses, os participantes no Rally Paper já faziam junto ao antigo campo de futebol. Este ano, participaram dezenas de martinenses em 25 carros, todos prontos para muitas aventuras e surpresas. A animação foi total e todas as pessoas que participaram têm histórias para contar. Entre a descoberta de lugares na freguesia, da aventura, do conhecimento do tradicional e de cultura geral, passando pela brincadeira. Houve um pouco de tudo. Os grandes vendedores foram: em 1.º lugar ficou a equipa nº9 (Classic Five) de Fernando Barbosa, em segundo lugar ficou a equipa nº 21 (Jipe Shell Gás) de Ricardo Gonçalves, e em terceiro lugar ficou a equipa nº23 (1ª Companhia) de Francisco Viana.
No atletismo, dezenas de crianças e jovens participaram, este ano, na competição. No escalão 0 aos 12 anos, masculino, os vencedores foram Miguel Duarte, Pedro Sousa e Nuno Eira, em primeiro, segundo e terceiro lugar respectivamente. No mesmo escalão, mas nos femininos, ocuparam os primeiros três lugares, respectivamente, Joana Araújo, Ana Borges e Inês Fernandes. No escalão 13 aos 16 anos, conquistaram os três primeiros lugares, no escalão feminino, Ana Azevedo, Mariana Sabino e Sandra Susana Faria. No escalão masculino ganharam os três primeiros lugares Diogo Fernandes, Manuel Castro e Jorge Ferreira.
No piquenique dava gosto ver novos e velhos a chegar ao campo com o típico farnel "às costas". O campo já começa a ser pequeno para tantos martinenses. Foi espectacular!!!
A tarde começou bastante animada com a participação em massa de velhos e novos nos jogos tradicionais. Na corrida do saco a vencedora foi Vera Carvalho e o vencedor foi Xavier Viana. No jogo da colher a vencedora foi Aureli Fernandes e o vencedor foi Tiago Costa e no jogo da Corda da Força ganharam a equipa feminina de Ana Filomena Sabino, e a equipa masculina foi a do João Cruz. Ainda houve muita animação na subida ao pau.
A animação continuou com os insufláveis para os mais novos. A euforia atingiu novos e menos novos. As filas para todas as animações eram intermináveis. Toda a gente queria experimentar.
Antes da sardinhada e da entrega dos prémios, houve, ainda, tempo para a actuação do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Martim e dos cantares ao desafio para 'aqueceram' os ânimos.
Depois da sardinhada e do caldo verde chegou a hora da música popular subir ao palco. No final, à meia-noite, o céu voltou a ficar colorido com os foguetes para terminar a festa deste ano.
 
 
   
MARTIM LIMPO 2006 Julho 06
   
    Trinta e cinco jovens da terra aceitaram, mais uma vez, o desafio da Junta de Freguesia de Martim. O projecto 'Martim Limpo', inserido no programa de Ocupação de Tempos Livres (OTL) do Instituto Português da Juventude (IPJ) permitiu durantes os meses de Julho e Agosto deixar os espaços públicos da freguesia bem mais asseados.
A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, pelo quinto ano consecutivo, ao programa. A campanha de sensibilização ambiental 'Martim Limpo', que a Junta de Martim está a promover com a colaboração do pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Barcelos, esteve de volta, mas actuando numa vertente diferente: o asseio dos espaços públicos da terra. Depois das campanhas de sensibilização, das palestras, da limpeza do rio Labriosque, chegou nos últimos dois meses a limpeza dos espaços públicos da freguesia.
Este ano, a adesão dos jovens ultrapassou as expectativas. Inscreveram-se 35 jovens, mas podiam ser muitos mais.
Desde o início de Julho até ao final de Agosto, os jovens divididos em grupos de oito e nove elementos, andaram de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas, a realizar um série de tarefas em prol do ambiente e da boa imagem da terra.
A limpeza de terrenos, de equipamentos, das placas de sinalização, de alguns caminhos foram as tarefas que os jovens tiveram que desenvolver.
A Junta de Freguesia aproveita este programa para o conciliar ao projecto que iniciou já lá vão cinco anos.
Os primeiros dois grupos começaram com grande entusiasmo. Limpar o terreno onde se realiza, há cinco anos, o Dia de Martim, a 15 de Agosto, foi uma tarefa que lhes agradou. O terceiro grupo limpou as placas de sinalização e de informação que existem nas estradas e caminhos da freguesia e o cemitério. O quarto e último grupo de jovens martinenses que aceitou participar no programa OTL deste ano terminou no dia 28 de Agosto, limpando parte do terreno do antigo campo de futebol. Os jovens, muitos deles 'repetentes' no projecto, gostaram da experiência e prometem regressar para o ano.
 
 
   
VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS Julho 2006
   
    A Junta de Freguesia de Martim candidatou-se, pelo segundo ano consecutivo, ao programa Voluntariado Jovem para as Florestas do Instituto Português da Juventude. Os primeiros jovens voluntários para as florestas começaram a vigiar o monte de Martim no dia 16 de Julho e o último grupo terminou no dia 31 de Agosto. Por cada período, andaram dois grupos, que permaneceram das 9 às 20.30 horas, cada grupo tinha dois jovens, que percorreram o monte durante 5.30 horas por dia.
De recordar, que a Junta de Freguesia de Martim aderiu, pelo segundo ano consecutivo, ao programa "Voluntariado Jovem para as Florestas", do IPJ. A Junta de Freguesia conseguiu 12 jovens inscritos, alguns deles 'repetentes' que até o dia 31 de Agosto zelaram pelo nosso monte.
O Programa "Voluntariado Jovem para as Florestas", cuja concepção, implementação e controlo de execução está a cargo do Instituto Português da Juventude, foi lançado ano passado a nível nacional e destina-se a jovens com idade compreendida entre os 18 e os 30 anos. Este programa visa a preservação dos recursos florestais, através da sensibilização da população, a prevenção de incêndios florestais, assim como a monitorização e reflorestação de áreas ardidas.
Tendo em conta que o problema da preservação dos recursos florestais, além de ser um problema económico, social e humano é também um problema cultural, e só poderá ser sensivelmente atenuado com a participação dos jovens de hoje, através da consciencialização, sentido de comunhão e partilha do bem comum que constituem as florestas e todos os seus recursos dos quais eles serão os fieis depositários, o Conselho de Ministros resolveu criar o programa "Voluntariado Jovem para as Florestas" (Resolução do Conselho de Ministros nº. 63/2005).

Jovens vigiam a floresta
de Julho a Agosto

Os jovens mostraram-se entusiasmados para cumprir a tarefa. De salientar que, de forma a congregar todos os esforços na minimização dos incêndios florestais, nomeadamente neste ano de seca, é imprescindível um comportamento responsável por parte de todos os cidadãos.
A nível nacional são 10 mil os jovens que andaram a vigiar a floresta. A assinatura do protocolo relativo ao Programa de Voluntariado Jovem para as Florestas, entre a Direcção-Geral dos Recursos Florestais e o Instituto Português da Juventude foi estabelecido e esta cooperação tem como objectivos a protecção e preservação dos recursos florestais e a protecção dos ecossistemas naturais. O programa contemplou a realização de acções de sensibilização e limpeza e manutenção dos espaços florestais e de recreio.
O Programa de Voluntariado Jovem para as Florestas 2006 atribui especial relevo à necessidade de valorizar a prevenção aos fogos florestais junto de aglomerados populacionais e áreas habitacionais identificadas nas propostas técnicas dos planos de defesa da floresta municipais ou intermunicipais.
Com esta parceria e a sua implementação no terreno, a Direcção-Geral dos Recursos Florestais (DGFR) e o Instituto Português da Juventude (IPJ) asseguraram a participação directa nas acções de protecção, preservação e prevenção de 10 mil jovens residentes em Portugal Continental.
 
 
   
CARNAVAL 2006 28-02-06
   
    Depois da divulgação pelos estabelecimentos da terra e órgãos de comunicação local foi a vez da nossa equipa sensibilizar pessoas de todos os lugares da nossa freguesia para começarem a trabalhar para mais um desfile. A resposta foi surpreendente e muitos lugares já se tinham organizado e reunido. Os primeiros preparativos já tinham avançado. Tal como nos anos anteriores a agitação começou a ser bem visível nos últimos dias. Durante a manhã de terça-feira, o cenário repetiu-se. A azáfama não era só da organização, que preparava o recinto. As pessoas corriam, andava tudo atarefado. Foi bom sentir, outra vez, as pessoas a mexerem-se e a sentirem-se bem.

 

Programa:

14 horas - Concentração na saída à EN103, em Martim d' além (acesso ao campo de jogos);
14.30 horas - Saída do desfile
15.30 horas - Chegada ao Largo de Santo António
16 horas - Música carnavalesca
16.30 horas - Entrega e distribuição de prémios

 

Corso Carnavalesco

1- Carro da organização

-decoração com balões, fitas e cartazes
-aparelhagem com música de Carnaval


2- Lugares representados

* LUGAR DA VENDA
Este Lugar esteve representado pelas Múmias, o Casamento Lésbico e o carro do treinador do FCPorto.

* LUGAR DE VALTEIRO
Este Lugar apresentou uma representação da corporação de Bombeiros do Valteiro e a Rainha dos Bombeiros.

* LUGAR DE RIQUINHA
Este Lugar apresentou a Desfolhada, a Malhada, a Casa do Pão, a Tasca dos Petisco e a Rainha do Milho.

* LUGAR DE MARTIM D'ALÉM
Este Lugar apresentou a Desfolhada, Malhada, o Moinho, o Celeiro, o Pão Quente, o Café dos Putos, o Carro do Tabaco, as Noivas de Santo António, as Marchas de Carnaval, o Hospital dos Aflitos e a Rainha do Café.

* LUGAR DE POUSADA
Este Lugar apresentou o King Kong, a Matumbina e a Rainha do Algodão.

* LUGAR DE POMARES
Este Lugar apresentou a Limousine e os Carros Radicais.

* LUGAR DE LOUSA
Este Lugar apresentou uma representação das Abelhas com a Rainha Abelha Maia.

* LUGAR DE CÁRCOVA
Este Lugar apresentou um acampamento cigano e a Rainha Cigana Lara.

* LUGAR DE COSTA
Este Lugar fez uma representação com fósforos queimados e a Rainha dos Fósforos

3- Outras Representações

Depois dos vários lugares representados, ainda, apareceu um carro alegórico 'Os Police' da Freguesia de S. Bento da Várzea.

Nota:
Além dos participantes nos carros alegóricos apareceram dezenas e dezenas de figurantes individuais que ingressaram no desfile, no lugar onde moram. De destacar, as milhares de pessoas que acabaram por assistir efusivamente ao desfile. Pela estrada nacional não faltavam pessoas, muitas, mas muitas caras desconhecidas, a delirarem com as cenas que iam aparecendo durante o desfile.

Distribuição de Prémios

* Diplomas de participação a todos que integraram o desfile e cabazes por todos os carros alegóricos e/ou representações.
* Melhor Mascarado (troféu)
- O Moleiro (lugar de Martim d'Além
* Melhor Representação
- Bombeiros (Lugar de Valteiro)
* Melhor Ideia
- King Kong (Lugar da Pousada)
*Melhor Carro Alegórico
-Abelhas (Lugar de Lousa)
* Rainha 2006
- Rainha do Milho (Lugar da Riquinha)

 
 
   
DIA DE MARTIM 2005 15-08-05
   
    O Dia de Martim continua a mobilizar cada vez mais martinenses. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de ‘matarem’ saudades da Terra e das gentes de Martim. Já é assim há quatro anos. E no passado dia 15 de Agosto mais martinenses participaram na grande festa da freguesia. Ao convívio saudável juntaram-se ‘ingredientes’ necessários para uma boa festa: eucaristia, rally paper, prova de atletismo, piquenique, jogos tradicionais, música e muitas surpresas para todas as idades e todos os gostos.
O programa para o ‘Dia de Martim’, apesar de ter sempre muitas novidades e surpresas, continua a manter algumas tradições que se mantiveram este ano.

Programa:

7 horas: Eucaristia por todos os Martinenses
8.30 horas: Rally Paper
9.30 horas: Prova de Atletismo
12.30 horas: Piquenique
15 horas: Jogos Tradicionais
19 horas: Caldo verde e sardinhada


O Dia de Martim, como este ano aconteceu a uma segunda-feira, a azáfama foi a palavra de ordem do fim-de-semana. Mas já na quarta-feira anterior o campo da junta de Freguesia, onde se realiza o convívio, estava repleto de mesas.
Ao trabalho da organização juntou-se o de muitos martinenses que sempre gostaram de colaborar e ajudar em tudo que é preciso. Só assim é possível realizar o Dia de Martim da forma como acontece todos os anos.
Depois da Eucaristia, logo cedo, que este ano mais uma vez foi extremamente participada por centenas e centenas de martinenses, às 8.30 horas em ponto, já faziam fila os participantes para o Rally paper. Este ano, participaram 25 equipas com dezenas de participantes prontos para muitas aventuras e surpresas. A animação foi total e todas as pessoas que participaram têm muitas histórias para contar. Entre a descoberta de lugares na freguesia, da aventura, do conhecimento do tradicional e de cultura geral, passando pela brincadeira. Houve um pouco de tudo. Os grandes vendedores foram: em 1.º lugar ficou a equipa nº 22 de Ricardo Gonçalves, em segundo lugar ficou a equipa nº 7 de Paulo Ferreira e em terceiro lugar ficou a equipa nº18 de Sérgio Fernandes.
No atletismo, dezenas de crianças e jovens participaram, este ano, na competição. No escalão 0 aos 12 anos, masculino, os vencedores foram Pedro Barbosa, Nuno Eira e Jorge Nuno, em primeiro, segundo e terceiro lugar respectivamente. No mesmo escalão, mas nos femininos, ocuparam os primeiros três lugares, respectivamenteAna Sabino, Catarina Azevedo e Inês Fernandes. No escalão 13 aos 16 anos, conquistaram os três primeiros lugares, no escalão feminino, Isa Rodrigues, Ana Azevedo e Mariana Sabino. No escalão masculino ganharam os três primeiros lugares José Carlos Azevedo, Diogo Barbosa e Stephan Fernandes.
No piquenique dava gosto ver novos e velhos a chegar ao campo com o típico farnel “às costas”. O campo já começa a ser pequeno para tantos martinenses. Foi espectacular!!!
A tarde começou bastante animada com a participação em massa de velhos e novos nos jogos tradicionais. Era tanta gente inscrita que apenas se realizaram alguns jogos dos previstos e preparados para ocupar a tarde. Na corrida do saco os vencedores foram Rui Pinto e Vera Carvalho. No jogo da colher os vencedores foram Joaquim Sabino e Sylvie Fernandes e no jogo da corda da Força ganharam as equipas de Domingos Fernandes e Isabel Sabino. Ainda houve muita animação no jogo dos matrecos e da subida ao pau.
A animação continuou com os insufláveis para os mais novos e buding jumping. A euforia atingiu novos e menos novos. As filas para todas as animações eram intermináveis. Toda a gente queria experimentar.
Antes da sardinhada e da entrega dos prémios o presidente da Câmara Municipal de Barcelos, Fernando Reis, marcou presença ficando para provar o clado verde e as sardinhas e entregar alguns dos prémios aos vencedores do Rally Paper, atletismo e jogos tradicionais. O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Martim e cantares ao desafio ‘aqueceram’ os ânimos.
Depois da sardinhada e do caldo verde chegou a hora da música popular subir ao palco pela voz da terra.
No final, à meia-noite, surgiu a última surpresa: fogo de artifício. A cor e o brilho com alusão ao Dia de Martim 2005 marcou o fim da festa deste ano.
 
 
   
MARTIM LIMPO 2005 Julho 05
   
    A campanha de sensibilização ambiental Martim Limpo, que a Junta de Martim está a promover com a colaboração do pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Barcelos, retomou a limpeza do Rio Labriosque.
Para o efeito, a Junta de Freguesia candidatou-se, mais uma vez, ao programa Ocupação Tempos Livres (OTL) do IPJ para chamar os jovens para ajudar na tarefa. Recorde-se que há dois anos, 20 jovens aceitaram o desafio de limpar o rio Labriosque que atravessa a freguesia. O desafio foi lançado a 20 jovens da freguesia, que durante os meses de Julho e de Agosto, tiveram como meta dar vida ao rio Labriosque, que desagua no Cávado.
Há dois anos, o primeiro grupo fez um levantamento do estado de conservação e de limpeza de todos os caminhos da terra, bem como dos caixotes do lixo espalhados pela freguesia. Os outros três grupos arregaçaram as mangas e, de sacholas e engaços, lá começaram a limpar o rio. Ervas, silvas e, claro, muito lixo acumulado nas margens foram retirados. Por isso, os objectivos desta iniciativa continuam a ser os mesmo. Pretende-se para além de dar outro aspecto ao rio, alertar todos aqueles que fazem do seu leito o balde do lixo e o local ideal para fazer todo o tipo de despejos.
Este ano, as inscrições bateram recordes e 30 jovens aceitaram o desafio para limpar o nosso rio. Assim de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas, até o fim de Agosto, os jovens vão andar, divididos em grupos a limpar o nosso rio.
 
 
   
VOLUNTARIADO JOVEM PARA AS FLORESTAS Julho 2005
   
    A Junta de Freguesia de Martim aderiu, por intermédio da Câmara Municipal de Barcelos, pela primeira vez ao programa "Voluntariado Jovem para as Florestas", do IPJ. Quinze jovens da terra vigiaram e protegeram o nosso monte até o último dia de Agosto. O jovens gostaram da experiência e acreditam que ajudaram a proteger um bem essencial para todos nós.
O primeiro grupo começava a trabalhar às 8.30 horas e terminava pelas 14 horas, hora em que entrava a trabalhar o segundo grupo que vigiava o monte até às 19.30 horas.
O Programa "Voluntariado Jovem para as Florestas", cuja concepção, implementação e controlo de execução está a cargo do Instituto Português da Juventude, foi lançado a nível nacional e destina-se a jovens com idade compreendida entre os 18 e os 30 anos. Este programa visa a preservação dos recursos florestais, através da sensibilização da população, a prevenção de incêndios florestais, assim como a monitorização e reflorestação de áreas ardidas.
Tendo em conta que o problema da preservação dos recursos florestais, além de ser um problema económico, social e humano é também um problema cultural, e só poderá ser sensivelmente atenuado com a participação dos jovens de hoje, através da consciencialização, sentido de comunhão e partilha do bem comum que constituem as florestas e todos os seus recursos dos quais eles serão os fieis depositários, o Conselho de Ministros resolveu criar o programa “Voluntariado Jovem para as Florestas” (Resolução do Conselho de Ministros nº. 63/2005).
O programa na freguesia de Martim decorrerá no período compreendido entre 1 de Julho e 31 de Agosto.
De salientar que, de forma a congregar todos os esforços na minimização dos incêndios florestais, nomeadamente neste ano de seca, é imprescindível um comportamento responsável por parte de todos os cidadãos. Convém referir que, durante o período crítico, que vigora de 15 de Maio a 30 de Setembro, é proibida a realização de queimadas, (o uso do fogo em espaços rurais para a renovação das pastagens); a realização de fogueiras e queimas, (o uso do fogo em espaços rurais para eliminar sobrantes de exploração, cortados e amontoados), o lançamento de foguetes e de quaisquer outras formas de fogo em espaços rurais e fumar ou fazer lume de qualquer tipo, no interior de áreas florestais ou nas vias que as delimitam ou as atravessam. Infracções a estas regras são passíveis de aplicação de coimas que poderão ir dos 100 aos 44.500 €.
 
 
   
CARNAVAL 2005 08-02-05
   
    A Junta de Freguesia de Martim organizou, este ano, pelo quarto ano consecutivo o Desfile de Carnaval.
Depois da divulgação pelos estabelecimentos da terra e órgãos de comunicação local foi a vez da nossa equipa sensibilizar pessoas de todos os lugares da nossa freguesia para começarem a trabalhar para o desfile. A resposta foi mais uma vez surpreendente e muitos lugares já se tinham organizado e reunido. Os primeiros preparativos já tinham avançado. Tal como nos anos anteriores a agitação começou a ser bem visível nos últimos dias. Andava tudo atarefado e quase ninguém ficou de fora, só para apreciar.
Durante a manhã de terça-feira, o cenário repetiu-se. A azáfama não era só da organização, que preparava o recinto. As pessoas corriam, andava tudo atarefado. Foi bom sentir, outra vez, as pessoas a mexerem-se a a sentirem-se bem.
No final do almoço, o trânsito já começava a ficar caótico. Os carros alegóricos começaram a aparecer e as pessoas faziam peregrinação para o local de encontro. Apenas os dois lugares mais pequenos da freguesia (Lugar da Igreja e Caldelas) não apresentaram representações. Pela estrada nacional 103 o desfile não tinha fim e nos passeios não faltavam pessoas a ver, rir e aplaudir. Foi um verdadeiro sucesso e uma prova de que os martinenses, mesmo com muito pouco tempo, conseguem fazer coisas espectaculares. Porque ideias fabulosas não faltaram. O grande objectivo foi cumprido: juntar os martinenses. Durante semanas quase todos os lugares, a pretexto do Carnaval e dos cabazes que receberam, realizaram convívios. Mais uma vez, valeu a pena.

Programa:
14h00- Concentração na saída à EN 103, em Martim D` Além (acesso ao campo de jogos)
14h30- Saída do desfile
15h30- Chegada ao Largo de Santo António
16h00- Música carnavalesca
16h30- Entrega e distribuição de prémios

Corso carnavalesco

1- Carro da organização
- decorado com balões, fitas e cartazes
- aparelhagem com música de Carnaval

2- Lugares Representados (ordem alfabética)

* Lugar da Boucinha
- Este ano esteve representado com a Rainha de Plástico
* Lugar da Cárcova
- Este ano o Lugar da Cárcova apareceu com uma representação de um casamento. Não faltaram os noivos, os padrinhos e o padre para celebrar uma cerimónia bem ousada durante o desfile até o Largo de Santo António.

* Lugar da Costa
-Este Lugar levou duas Rainhas- Rainha das Massas e a Rainha dos Rolos com o salão de cabeleireira.

* Lugar da Lousa
- Este lugar representou a história dos ‘101 Dálmatas’. Cento e um pequenos e graúdos vestidos de dálmatas, com direito à pradaria pintada a rigor e à Rainha Cruela vestida e penteada tal como a vilã do filme.

* Lugar de Martim d’além
- A Rainha da Prata
- Foram várias as representações que o maior lugar da freguesia apresentou. A ‘Campanha Martim Limpo’, o ‘Paraíso dos Mortos’, o ‘Salão do Além’, o ‘Lar da 3.ª Idade’ o ‘Rei dos Jornais’ e o ‘clube 69’.

* Lugar dos Pomares
- Este lugar apresentou duas representações, lembrando o programa televisivo ‘Quinta das Celebridades’ e a ‘Vontade Divina’.

* Lugar da Pousada
- A Rainha da Floresta
-O Lugar da Pousada apostou na defesa do ambiente e apostou num Tribunal Judicial de Martim.


* Lugar da Riquinha
- A Rainha do Euro
- O Lugar da Riquinha ‘abalou’ com a ‘Tourada’ e a ‘Clínica da Riquinha’.

* Lugar do Valteiro
- Rainha dos Piratas
- Este lugar apresentou com a representação dos ‘Piratas’.

* Lugar da Venda
- Duas Rainhas: Rainha das Páginas Amarelas e Rainha do Circo
- Este lugar apareceu com a Tenda do Circo, Aluga-se casa-de-banho, Obélix e Astérix e a Pirotecnia.


Distribuição de Prémios
* 1000 Diplomas de participação a cada participante e cabazes por cada carro alegórico
* Melhor Mascarado (troféu)
Vendedora de Castanhas – Lugar de Martim d’ Além
* Melhor Representação
- Piratas – Lugar do Valteiro
* Melhor Ideia
- 101 Dálmatas – Lugar da Lousa
* Rainha 2005 (coroa, ramo de flores e faixa)
- Rainha da Floresta – Lugar da Pousada.

 
 
   
DIA DE MARTIM 2004 15-08-04
   
    A iniciativa da Junta de Freguesia continua a movimentar todos os Martinenses, sem excepção, para um dia diferente. Aproveitando o facto de a maior parte das pessoas estar de férias e os nossos emigrantes também estarem por cá, a Junta de Freguesia pensou em juntar todos num convívio saudável, dando-lhes a possibilidade de participarem numa série de actividades e, também, de ‘matarem’ saudades da Terra e das gentes de Martim. Todos já anseiam que chegue o ‘grande dia’. Ao convívio juntam-se ‘ingredientes’ necessários para uma boa festa: eucaristia, rally paper, prova de atletismo, piquenique, jogos tradicionais, música e muitas surpresas para todas as idades e todos os gostos.
O programa para o ‘Dia de Martim’, apesar de ter sempre muitas novidades e surpresas, continua a manter algumas tradições que se mantiveram este ano.
 
Programa:
 
7 horas: Eucaristia por todos os Martinenses
8.30 horas: Rally Paper
9.30 horas: Prova de Atletismo
12.30 horas: Piquenique
15 horas: Jogos Tradicionais
19 horas: Caldo verde e sardinhada
 
 
    O facto do Dia de Martim, este ano acontecer a um domingo, a azáfama foi visível a meio da semana. O campo da junta de Freguesia, onde se realiza o convívio, já estava repleto de mesas na quinta-feira anterior. A azáfama já era bem visível e a correria era enorme. Como já bem sendo habitual apareceram muitos martinenses para a ajudar na organização do campo. O céu voltou a encher-se de azul e amarelo, as cores da nossa bandeira. Centenas e centenas de balões. Lindo!!
    Depois da Eucaristia, logo cedo, por todos os martinenses voltar a ser extremamente participada, às 8.30 horas em ponto, já faziam fila os participantes para o Rally paper. Este ano, foram batidos todos os records: 25 carros com dezenas de participantes prontos para muitas aventuras e surpresas. A animação foi total e todas as pessoas que participaram têm histórias para contar. Entre a descoberta de lugares na freguesia, da aventura, do conhecimento do tradicional e de cultura geral, passando pela brincadeira. Houve um pouco de tudo. Os grandes vendedores foram: em 1.º lugar ficou a equipa nº5 (Hipsueis) de Bruno Oliveira, acompanhado por Marco Silva e Carlos Silva, em segundo lugar ficou a equipa nº 3 (Pomares) de Ilídio Cortez, acompanhado por Tiago Lopes e Filipe Lopes, e em terceiro lugar ficou a equipa nº7 (Os BAN) de Nuno Lopes, acompanhado por Augusto.
    No atletismo, dezenas de crianças e jovens participaram, este ano, na competição. No escalão 0 aos 12 anos, masculino, os vencedores foram Diogo Barbosa, Hugo Cardeiras e Stefan Mendes, em primeiro, segundo e terceiro lugar respectivamente. No mesmo escalão, mas nos femininos, ocuparam os primeiros três lugares, respectivamente, Mariana Sabino, Sara Cortez e Catarina Azevedo. No escalão 13 aos 16 anos, conquistaram os três primeiros lugares, no escalão feminino, Isa Rodrigues, Patrícia Eira e Vera Carvalho. No escalão masculino ganharam os três primeiros lugares José Miguel Vilaça, José Carlos Azevedo e Marco Sabino.
No piquenique dava gosto ver novos e velhos a chegar ao campo com o típico farnel “às costas”. O campo já começa a ser pequeno para tantos martinenses. Foi espectacular!!!
    A tarde começou bastante animada com a participação em massa de velhos e novos nos jogos tradicionais. Era tanta gente inscrita que apenas se realizaram alguns jogos dos previstos e preparados para ocupar a tarde. Na corrida do saco o vencedor foi Marco Cardeiras. No jogo da colher a vencedora foi Paula Sabino e no jogo da corda da Força ganharam as equipas de Rui Dias e das ‘Sabinas’. Ainda houve muita animação no jogo do púcaro e da subida ao pau.
    A animação continuou com os insufláveis para os mais novos e slide. A euforia atingiu novos e menos novos. As filas para todas as animações eram intermináveis. Toda a gente queria experimentar.
Antes da sardinhada e da entrega dos prémios, houve, ainda, tempo para a estreia do grupo de Teatro da Casa do Povo de Martim que ‘tirou’ muitas gargalhadas a todos os presentes, bem como os contadores de anedotas. O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Martim e cantares ao desafio ‘aqueceram’ os ânimos.
    Depois da sardinhada e do caldo verde chegou a hora da música popular subir ao palco pela voz da terá.
No final, à meia-noite, surgiu a última surpresa: o céu ficou cheio de cor com uns foguetes muito especiais: caíram dos céus para quedas e os mais novos deliraram.
 
 
   
DESCOBRIR MARTIM Julho 04
   
    Demasiadas são as povoações portuguesas degradadas, sem carácter nem espírito, destroçada a personalidade, perdida a beleza. Resta a paisagem e mesmo essa, algumas das vezes, aparece adulterada por desastrosas intervenções do homem. Destroem-se valores, levantam-se pseudo modernismos avolumando um grave problema e prejuízo que a todos nos afecta e urge resolver. Por isso, muito nos alegramos com aquelas povoações onde se consegue, ainda, conservar e beneficiar a beleza do património e da história e onde o actual respeita e valoriza esse legado cultural.
    É assim que queremos continuar a ver Martim. Um terra rica onde podemos ‘beber’ um manancial permanente de história a decifrar no património, na cultura, nos valores e na tradição. Numa altura em que a palavra de ordem é ‘Progresso’, Martim, apesar de apostar fortemente no futuro, não quer esquecer o passado e as suas raízes.
    Na realidade, Martim tem uma variedade de panoramas com valor histórico-cultural. Embora não se possa considerar um verdadeiro ‘postal ilustrado’, temos consciência que Martim tem valor e não podemos perder nem deixar esquecer. Daí surge a necessidade de fazer o levantamento rigoroso ao nosso património, à nossa cultura e às nossas tradições.
    Martim é uma terra que guarda pequenas ‘obras de arte’, umas conhecidas e bem conservadas, mas outras, acreditamos, continuam ‘escondidas’ à mercê da degradação e da destruição. Daí surge, a ideia do projecto ‘Descobrir Martim’ com o objectivo de encontrar as nossas fontes e fontanários, os espigueiros, as alminhas, os cruzeiros, as capelas, a igreja e descobrir as nossas lendas e histórias. E quem melhor para fazer esta pesquisa? A Junta de Freguesia de Martim pretende chamar os jovens para esta missão. E este é um desafio para ti que te inscreveste neste projecto.
    Descobrir e encontrar o património ‘escondido’ e esquecido, inventariar o que se conhece e o que se vai descobrir é a meta. E, sempre, com a ajuda dos mais velhos. Temos a certeza que será uma experiência gratificante e enriquecedora e que todos temos a ganhar, os jovens e menos jovens, em particular, e a freguesia, em geral.

1.ª ETAPA
 - Os jovens vão tentar descobrir os marcos geodésicos, para conseguirmos definir os limites da nossa freguesia com as freguesias vizinhas.

2.ª ETAPA
 - Numa segunda fase, os jovens vão descobrir e encontrar o património construído da freguesia, tentando obter o máximo de informação, junto das pessoas e mais idade da freguesia, sobre cada uma das ‘obras de arte’.
Além da informação sobre os ‘monumentos’, o trabalho será completado com fotografia de cada um deles. Os jovens vão ter pela frente outro desafio: descobrir as tradições (lendas, histórias, danças, músicas e actividades típicas) que ainda persistem na nossa Terra.

3.ª ETAPA
 - Numa última fase, e depois de ter toda a informação escrita e fotográfica disponível, a Junta de Freguesia de Martim vai editar um roteiro da freguesia. Um roteiro que pretende ser um instrumento de preservação e divulgação da nossa Terra, dos nossos costumes, dos nossos valores e das nossas tradições. Preservar o passado, construindo o futuro.
 
 
   
MARTIM LIMPO 2004 Junho 04
   
    A Junta de Freguesia de Martim, no âmbito da campanha de sensibilização ambiental ‘MartimLimpo’, que arrancou há um ano atrás, tem como o objectivo alertar todos os martinenses para a importância e urgência da colocação dos resíduos sólidos nos contentores do lixo nos dias mais convenientes, para a reciclagem e para a separação selectiva dos resíduos sólidos.  Nesta segunda fase, a Junta de Martim pretende apelar as pessoas para o hábito de reciclar. Para isso, já colocou cartazes nos estabelecimentos públicos e distribuiu desdobráveis com informações úteis, com destaque para a utilização correcta e assídua dos ecopontos. 
Ainda no âmbito  do projecto ‘Martim Limpo’, a autarquia tem ao dispôr da população, na sede da autarquia, um pilhão e, em colaboração com a Fundação do Gil, caixas para recolha de tinteiros e toner´s usados.
    A Fundação do Gil tem por objectivo contribuir para o bem-estar, a valorização pessoal e a plena realização, promoção, participação ou patrocínio de acções de carácter cultural, educativo, artístico, científico, social e de assistência, nomeadamente no apoio a crianças e jovens que, por razões de natureza vária, se encontram internadas por períodos prolongados, em unidades hospitalares, prisionais ou outras.
    Encontra-se a fundação a promover uma Campanha de Recolha de tinteiros e toner’s usados até ao final de 2004, junto de empresas, organismos públicos e outras entidades.
    Esta campanha é uma forma de angariação de fundos para o desenvolvimento e alargamento dos seus projectos e actividades, pelo que com a ajuda de todos, a Fundação do Gil pode conseguir alcançar o objectivo a que se propõe. Recolher até ao final do ano para reciclagem 200 mil tinteiros e toner’s vazios de impressora e faxes (e todos os tipos, originais e reciclados).
    De uma só vez o Gil e quem colaborar estará a ajudar mais crianças e jovens e também o ambiente. “Sabia que o plástico utilizado para fabricar os tinteiros demora 10 séculos a decompor-se e que para fabricar um tinteiro/cartucho são necessários, em média entre dois a cinco litros de petróleo? Sabia que foi estimado que em Portugal são colocados mensalmente no lixo cerca de dois milhões de cartuchos/tinteiros vazios?”.     Para tal a Junta de Freguesia de Martim tem disponível na sede da autarquia um posto de recolha dos referidos materiais e a colaboração dos habitantes de Martim e das freguesias vizinhas é fundamental para a instituição conseguir a preciosa ajuda que será canalizada para o alargamento das acções que ocorrem nas diversas unidades integradas no projecto ‘dia do Gil’.
    A Junta de Freguesia de Martim pretende com mais esta iniciativa, juntamente com a Fundação do Gil, contribuir para a protecção do meio ambiente e colaborar na angariação de fundos para esta instituição.
 
Acção de sensibilização
e visita à Resulima
 
Entretanto, e ainda no âmbito da segunda fase do ‘MartimLimpo’, foi promovido na sede da Junta de Freguesia uma acção de sensibilização ambiental com a colaboração do Departamento Ambiental da Câmara Municipal de Barcelos.
    A sede da Junta de Freguesia de Martim foi pequena para tantos interessados na defesa do Ambiente. O presidente de Junta de Freguesia de Martim, António Carvalho, deu as boas vindas a Abel Martins, responsável pelo Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Barcelos, aproveitando, também, para agradecer a presença de todos os que aceitaram o convite para participar na acção de sensibilização. O autarca sublinhou, ainda, a importância desta campanha na defesa do meio ambiente, mostrando-se satisfeito com os resultados obtidos na freguesia e com a colaboração dos martinenses. “A primeira fase do Martim Limpo já obteve resultados. O número de contentores de resíduos sólidos aumentou significativamente e os martinenses já têm o cuidado de deitar o lixo no contentor na noite anterior à recolha. Esse era o nosso grande objectivo da primeira fase da campanha e, de uma maneira geral, está a ser alcançado, porque já não vemos com tanta frequência o espectáculo desagradável do lixo acumulado junto aos contentores, sobretudo, durante o fim-de-semana”, adiantou António Carvalho. Nesta segunda fase, o presidente pediu mais uma vez a colaboração dos martinenses na defesa do meio ambiente, alertando para a necessidade de começar a reciclar.
  Abel Martins, responsável do Departamento do Ambiente da autarquia barcelense, começou por informar os presentes que existe um número verde (800204971), gratuito, para as pessoas poderem esclarecer quaisquer dúvidas.
    A transformação da lixeira no aterro sanitário da Resulima foi mote para dar início à acção de sensibilização que se prolongou por quase duas horas, sempre com a atenção e curiosidade de todos os presentes. Abel Martins explicou a função do aterro sanitário da Resulima, situado na freguesia de Vila Fria, já no concelho de Viana do Castelo, onde é depositado todo o lixo do concelho, exemplificando todo o processo de decomposição do lixo.
Depois de uma breve explicação sobre o que colocar ou não nos ecopontos, Abel Martins falou da importância do ecocentro. “Qualquer pessoa pode colocar, gratuitamente, os monstros domésticos no ecocentro”, referiu, alertando que “quem vende um electrodoméstico ou até mesmo um colchão novo é obrigado, por lei, a ficar com o velho. O mesmo acontece com as baterias e os pneus. Por isso, não há necessidade de abandonar no meio da mata ou à beira da estrada os electrodomésticos ou os colchões”.
Durante a sessão, ainda, houve tempo para falar da importância da política dos 3 R’s (reduzir, reutilizar e reciclar). Antes do final da sessão, Abel Martins falou em algumas curiosidades, nomeadamente, para a quantidade de lixo produzida. E exemplificou: “um americano produz diariamente sete quilos de lixo, um português um quilo por dia, e o holandês, apenas 300 gramas. Abel Martins apelou, ainda, para o uso de pilhas recarregáveis e quando não for possível apelou aos martinenses para levarem as pilhas para o pilhão existente na sede de Junta de Freguesia, referindo que “não há em Portugal nenhuma empresa que faça a reciclagem de pilhas. O que se faz em Portugal é o armazenamento das pilhas”. 
Para terminar, o técnico ambiental, Abel Martins alertou, ainda, os presentes, sobretudo jovens, para ter cuidado com o que deitam nos contentores do lixo. “Aparece de tudo”, disse. E deu exemplos: “Aparecem caixotes quase cheios de laranjas podres, relva, cinza e… até um porco já apareceu”.
     Os alunos da EB1 de Martim também tiveram oportunidade de visitar a Resulima – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos – em Viana do Castelo. As cerca de 160 crianças ficaram a conhecer todo o processo de separação do lixo e a importância de fazer reciclagem com a ajuda de técnicas do pelouro do Ambiente da autarquia barcelense e da empresa.
segunda fase da campanha de sensibilização ambiental 'Martim Limpo' arrancou com a distribuição de desdobráveis informativos. Mas muitas outras acções marcaram esta campanha.
 
 
   
CARNAVAL 2004 24-02-04
   
    Com o sucesso do desfile do ano passado, só tínhamos que continuar a dar alegrias aos martinenses. E assim foi.
    Fomos surpreendidos, mais uma vez, e todos os martinenses voltaram a dar-nos um “presente” que nunca pensamos que fosse ainda maior e muito melhor do que o do ano passado.
    Depois da divulgação pelos estabelecimentos da terra e órgãos de comunicação local foi a vez da nossa equipa sensibilizar pessoas de todos os lugares da nossa freguesia para começarem a trabalhar para o desfile. A resposta foi surpreendente e muitos lugares já se tinham organizado e reunido. Os primeiros preparativos já tinham avançado. Tal como o ano passado a agitação começou a ser bem visível nos últimos dias. Andava tudo atarefado e quase ninguém ficou de fora, só para apreciar. Os cafés estavam desertos, o que não é nada habitual, passavam carros, carrinhas e camiões carregados de material. Durante a manhã de terça-feira, o cenário repetiu-se. A azáfama não era só da organização, que preparava o recinto. As pessoas corriam, andava tudo atarefado. Foi bom sentir, outra vez, as pessoas a mexerem-se a a sentirem-se bem.  
 
Programa:
 
    14 horas – Concentração na saída à EN103, em Martim d’ além (acesso ao campo de jogos);
    14.30 horas – Saída do desfile
    15.30 horas – Chegada ao Largo de Santo António
    16 horas – Música carnavalesca
    16.30 horas – Entrega e distribuição de prémios
 
 

Corso Carnavalesco

1- Carro da organização
-decoração com balões, fitas e cartazes
-aparelhagem com música de Carnaval
 
2- Lugares representados
 
* LUGAR DA VENDA
- Rainha 9 de Julho com carro alegórico alusivo ao Euro 2004
Este Lugar, esteve representado com a personagem da ‘Xixolina’ acompanhada por vários mascarados, o Baile das Máscaras com os miúdos vestidos a rigor, o carro alegórico ‘Adão e Eva’, o Clube Columbófilo e um grande Dragão Chinês com coreografias pensadas ao pormenor.
 
* LUGAR DO VALTEIRO
- Rainha dos Ciganos acompanha com carro ‘vestido’ a rigor
Este lugar levou uma verdadeira comunidade cigana…não faltou ninguém. Os feirantes, a cartomante, a carroça dos cavalos com os cães e o ‘site com cozinha’ (uma sofisticada cozinha virada para o futuro e as novas tecnologias).
 
* LUGAR DA RIQUINHA
- Rainha do Ouro
Este lugar esteve representado com um estabelecimento prisional, com os prisioneiros a tentar fugir e assaltar um carro e os guardas a impedir o crime. Além disso, este lugar teve, ainda, uma Feira da Ladra.
 
* LUGAR DA POUSADA
- Rainha dos Egípcios – Cleópatra
Mundo egípcio representado pelo exército e pelos escravos… todos vestidos a rigor. Além dos egípcios, havia também as dançarinas e um carro com a múmia.
 
*LUGAR DOS POMARES
- Este lugar não apresentou Rainha
O Lugar dos Pomares fez uma encenação do recente terramoto no Irão com a destruição das habitações, os feridos e as equipas de socorro. A cena tinha, ainda, um hospital de campanha para receber os feridos e um bloco operatório apetrechado com todos os instrumentos necessários. Ainda, neste lugar, apareceram as claques de futebol: Benfica e Porto. Os adeptos vestidos a rigor e gritando pelas suas equipas, numa alusão à violência no futebol, sobretudo no seio das claques.
 
* LUGAR DE MARTIM D´ALÉM
- Rainha da Sucata e Rainha da Era
Este lugar esteve representado por várias cenas. Não faltou o Zoo, os Caçadores, a Confecção ‘Fatosca Lopes’ - moda original de fatos/vestidos confeccionados com folhas, rodelas de limão, bolotas e os acessórios muito naturais também não faltaram. Com o Euro 2004 à porta também não faltou a confecção ‘Corte e Costura’ com o equipamento e fatos para a Nossa Selecção.
 
* LUGAR DA LOUSA
- Rainha da Samba
Este lugar foi representado por uma escola de samba com todos os figurantes vestidos a rigor, cheios de cor e muita música.
 
* LUGAR DA COSTA
- Rainha das Caricas
Este lugar para além da rainha levou alguns mascarados individuais, dos quais se destacou o par ‘vestido’ com pipocas.
 

            * LUGAR DA CÁRCOVA
-  Este lugar não apresentou rainha.
No desfile o Lugar da Cárcova tinha o Carro com Vaca, o Carro do Presidente, uma Repartição de Finanças com sátira ao funcionamento este estabelecimento público e a Família Garcia.
 
* LUGAR DE CALDELAS
- Este Lugar não apresentou rainha
Figurantes vestidos com envelopes e caixas do correio, numa sátira local, criticando o número cada vez mais reduzido daquele lugar, com a passagem dos prédios novos para o Lugar da Costa.
 
* LUGAR DA BOUCINHA
- Este lugar apresentou a Rainha de Martim, com um vestido e guarda-sol a rigor com as cores do brasão da nossa terra (azul e amarelo. Além da rainha, este lugar que foi representado pela primeira vez no Carnaval, encenou a revolta da ‘Maria da Fonte’

        3- Outras Representações

Depois dos vários lugares representados, ainda, apareceu um carro alegórico das Lutas Amadoras de Martim, a ‘trotinete’, a ‘Sentença final’ com vários figurantes e  um carro com cavalos.

Nota:
 Além dos participantes nos carros alegóricos apareceram dezenas e dezenas de figurantes individuais que ingressaram no desfile, no lugar onde moram. De destacar, as milhares de pessoas que acabaram por assistir efusivamente ao desfile. Pela estrada nacional não faltavam pessoas, muitas, mas muitas caras desconhecidas, a delirarem com as cenas que iam aparecendo durante o desfile.

 Distribuição de Prémios
 
* 1000 diplomas de participação a todos que integraram o desfile e cabazes por todos os carros alegóricos.
* Melhor Mascarado (troféu)
- Dragão Chinês (Lugar da Venda)
* Melhor Representação
- Ciganos (Lugar de Valteiro)
* Melhor Ideia
-  Fatosca Lopes (Lugar de Martim d’ Além)
* Rainha 2004
- Rainha do Samba (Lugar da Lousa)
 
 
   
DIA DE MARTIM 2003 15-08-03
   
    Mais uma vez, a Junta de Freguesia promoveu o Dia de Martim. E todos os Martinenses já esperam ansiosamente por este dia. O objectivo mantinha-se: juntar novos e menos novos num convívio saudável e divertido, aproveitando o facto de esse dia ser sempre feriado, estarem na terra muitos dos nossos emigrantes e a maior parte das pessoas estar de férias.
Todas as actividades foram pensadas ao pormenor, porque temos um dia de festa para agradar a novos e menos novos. As ideias foram surgindo e novas iniciativas foram introduzidas na edição deste ano. Uma eucaristia em nome de todos os martinenses vivos e falecidos, um rally paper pela freguesia, corrida de atletismo por escalões e sexo, um piquenique, jogos tradicionais, muita música tradicional cantada e dançada pelos ‘artistas’ da terra, animação para os mais novos e a tão esperada apresentação oficial do site da Junta de Freguesia (www.jf-martim.pt).
As surpresas não faltaram e muitos foram aqueles que ficaram de boca aberta.
Mais uma vez fizemos divulgação pelos estabelecimentos da nossa terra, alargando, este ano, para as freguesias vizinhas e órgãos de comunicação  social com um convite muito especial a todos os Martinenses.
 
 
Programa:
 
7 horas: Eucaristia por todos os Martinenses
8.30 horas: Rally Paper (com ponto de encontro no Campo 9 de Julho)
9 horas: Prova de atletismo por escalões etários
12.30 horas: Piquenique (cada família levou o seu farnel), com ponto de encontro no Campo da Junta de Freguesia
15.30 horas: jogos tradicionais, insufláveis e muita música com a actuação de grupos da terra e do Grupo Folclórico da Casa do povo de Martim
20 horas: Sardinha e caldo verde
22 horas: Apresentação oficial do site www.jf-martim.pt
23 horas : Animação circense
 
Uns dias antes a azáfama já era bem visível e na noite anterior a correria era enorme. Na noite anterior ao “grande dia” apareceram martinenses para a ajudar na organização no campo e a ‘marcar território’ com as suas mesas e bancos. Mais uma vez, nos ceús conseguimos marcar presença com centenas e centenas de balões das cores do brasão da freguesia: azul e amarelo. Lindo!! Durante todo o dia houve animação com palhaços e insufláveis para os mais novos. A música e animação ficaram a cargo de duas bandas da terra e da actuação do Grupo Folclórico da Casa do Povo de Martim. Ao início da noite foi tempo de fazer a apresentação pública do nosso site com a projecção das páginas numa tela gigante. A festa acabou com uma surpresa: animação circense e, claro, muito fogo de artifício.
    A animação foi total e todas as pessoas que participaram têm histórias para contar.
    No rally paper, entre a descoberta de lugares na freguesia, da aventura, do conhecimento do tradicional e de cultura geral, passando pela brincadeira… houve um pouco de tudo. Este ano a equipa Ban (Gusto, Nuno, Bento e Picota) foi a grande vencedora, em segundo lugar ficou a equipa Mehari e Companhia (Eveline, Maria da Graça, Ângela e Carolina) eo terceiro lugar foi para as 4 Mosquesteiras (Sandra, Sandra, Amélia e Ana). As provas de atletismo tiveram uma grande adesão dos mais novos, para ser a primeira vez realizada. No escalão 0/12 – masculino, em primeiro lugar ficou Diogo Fernandes, Miguel Duarte arrecadou o segundo lugar e o terceiro lugar foi para Paulo Silva. No mesmo escalão, mas feminino, em primeiro lugar ficou Isa Rodrigues, em segundo Daniela Lopes e em terceiro Sara Rulon. No escalão dos mais velhos, masculino, o primeiro lugar foi para Marco Cardeiras, em segundo lugar ficou Marco Sabino e o terceiro coube a Victor Borges. No escalão feminino, Patrícia Eira conseguiu o primeiro lugar, o segundo lugar foi ganho por Ana Pinheiro e Susana Pinheiro ficou em terceiro lugar na corrida.
    Chegou a hora do piquenique. Dava gosto ver novos e velhos a chegar ao campo com o típico farnel na mão. Foi espectacular!
A tarde começou bastante animada com a participação em massa de velhos e novos nos jogos tradicionais. Era tanta gente inscrita que apenas se realizaram alguns jogos dos previstos e preparados para ocupar a tarde. Marco Cardeiras ganhou os jogos da ‘corrida do saco’ e ‘à volta do banco’. O jogo da ‘colher’ foi ganho por Ricardo Gonçalves. A corda (equipa feminina) foi ganha pela equipa liderada por Isabel Gonçalves e a equipa de Arlindo Capela venceu no escalão masculino. A subida ao pau foi ganha por Leandro Silva.
    A animação continuou com os palhaços, os insufláveis. As duas bandas da terra actuaram antes do jantar e depois do caldo verde e da sardinhada foi tempo de ouvir o nosso rancho folclórico.
    Depois chegou a hora tão esperada: conhecer o nosso site. Pela primeira vez a nossa terra estava on-line para todo o mundo. Os Martinenes ficaram fascinados e de ‘boca aberta’ ao verem numa tela gigante, já noite cerrada, página a página.
    Antes de terminar mais um ‘Dia de Martim’ houve tempo para dar uns pés de dança, divertir-nos com os ‘amigos circenses’ e, claro, apreciar o último momento e que marca o fim de mais um dia dedicado a todos nós: o fogo.
 
 
   
MARTIM LIMPO 2003 Junho 03
   
    A produção de resíduos é um problema grave da nossa sociedade e diz respeito a cada um de nós. A sua elevada e crescente produção acompanha o crescimento populacional e industrial, mas está a pôr em perigo o ambiente e a saúde de todos. Martim Limpo é uma campanha de sensibilização ambiental, que a Junta de Freguesia de Martim pretende desenvolver junto dos martinenses,  com a ajuda do Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Barcelos. Com este projecto, a Junta de Freguesia tem como objectivo alertar os martinenses para a importância e urgência da colocação dos resíduos sólidos nos contentores do lixo nos dias mais convenientes, para a reciclagem e para a separação selectiva dos resíduos sólidos.
    Quem nunca foi confrontado com o espectáculo desagradável de ver amontoados de lixo de toda a espécie aqui e acolá nas bermas da estrada, junto aos contentores do lixo ou em lixeiras a céu aberto? Ambientalistas ou não, são questões às quais é urgente dar resposta através de uma mudança de atitude. Não podemos mudar o mundo, mas podemos começar por deixar a nossa terra bem mais limpa.
A campanha Martim Limpo vai realizar-se através de uma série de iniciativas e com objectivos específicos:

1.ª fase
Numa primeira fase, a Junta de Freguesia pretende enviar uma informação escrita para todas as casas da freguesia para dar a co- nhecer a todos os martinenes a campanha Martim Limpo, divulgando quais os objectivos que se pretendem alcançar. Entretanto, serão colocados em todos os estabelecimentos públicos cartazes alusivos à campanha ambiental complementados, de seguida, com um des- dobrável, que será distribuído porta  à porta e colocado nos estabe- lecimentos abertos ao público.
    Nesta fase, a Junta de Freguesia pretende, ainda, colocar junto de todos os locais de recolha de resíduos sólidos, independente- mente de ter contentor do lixo ou não, uma placa informativa alusiva à campanha, com os horários de recolha e agradecendo a colabo- ração de todos os martinenses.
 
2.º fase
Numa segunda fase, a campanha Martim Limpo pretende abor- dar a Regra dos 3 R’s (reduzir, reutilizar e reciclar). Para isso, tem previsto a colocação de cartazes nos estabelecimentos públicos e distribuição de desdobráveis por todos os martinenses, com informa- ções úteis, com destaque para a utilização correcta e assídua dos ecopontos.
    Ainda nesta fase, a Junta de Freguesia precisa da colaboração do Departamento do Ambiente da autarquia para calendarizar ac- ções de sensibilização pública para todos os martinenses, com espe- cial atenção para as crianças e jovens da freguesia.

3.ª fase
Numa terceira fase, a campanha Martim Limpo tem como objectivo lutar pela preservação de um património que é de todos: o Rio Labriosque, com a limpeza da linha de água e intervenção de vigilância.  Para este efeito, pretendemos fazer uma candidatura, em termo oportuno, ao projecto Brigadas de Intervenção Ambiental (BIA) da Câmara Municipal de Barcelos. A campanha de sensiblização pretende, também, dar oportuni- dade aos mais novos de visitarem o aterro sanitário e uma Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR).
Outro dos objectivos a médio prazo é a criação de um Clube do Ambiente que terá como principal objectivo continuar este projecto, sensibilizando e incentivando, sobretudo, os mais novos.
 
 
   
CAMPANHA EDUCATIVA 2003 04.04.03
   
    A Junta de Freguesia de Martim aceitou o desafio da Câmara Municipal de Barcelos e foi a primeira autarquia do concelho a aderir à Campanha Educativa 2003, promovida pela Câmara Municipal de Barcelos, através do Pelouro da Juventude.
    O Pelouro da Juventude tem vindo a desenvolver, anualmente, nas escolas do concelho uma Campanha Educativa de Luta Contra a Sida e Toxicodependência. Tomando como base a pertinência destes e de outros temas, de importante valor educativo, para os jovens e população em geral, o Fórum Jovem realiza sessões sobre diferentes temáticas, nas quais associações, grupos de escuteiros, escolas, Juntas de Freguesia, grupos informais de jovens e outras entidades se podem inscrever.
    A Junta de Freguesia decidiu, então, associar-se a esta iniciativa tão pertinente. No âmbito desta acção a autarquia disponibiliza materiais e desenvolve temas como a Sida, Toxicodependência (álcool, tabaco, outras drogas leves e duras), Adolescência, Descoberta do Corpo, Sexualidade, Métodos Contraceptivos, DST’s (Doenças Sexualmente Transmissíveis), entre outras abordagens.
    Numa primeira fase, a Junta de Freguesia de Martim pediu uma sessão de esclarecimento sobre os temas “Sida e Toxicodependência”. A campanha teve lugar na sede da Junta de Freguesia  e prolongou-se durante duas horas (das 21.30 às 23.30 horas) com uma plateia de cerca de 80 pessoas, na sua maioria jovens da aldeia.
 
 
   
CARNAVAL 2003 04.03.03
   
    A organização do Desfile de Carnaval este ano era ponto assente desta Junta de Freguesia. Com o sucesso do desfile do ano passado, só tínhamos que continuar a dar alegrias aos martinenses. E assim foi.
Fomos surpreendidos, mais uma vez, e todos os martinenses voltaram a dar-nos um “presente” que nunca pensamos que fosse ainda maior e muito melhor do que o do ano passado.
     Depois da divulgação pelos estabelecimentos da terra e órgãos de comunicação local foi a vez da nossa equipa sensibilizar pessoas de todos os lugares da nossa freguesia para começarem a trabalhar para o desfile. A resposta foi surpreendente e muitos lugares já se tinham organizado e reunido. Os primeiros preparativos já tinham avançado. Tal como o ano passado a agitação começou a ser bem visível nos últimos dias. Andava tudo atarefado e quase ninguém ficou de fora, só para apreciar. Os cafés estavam desertos, o que não é nada habitual, passavam carros, carrinhas e camiões carregados de material. Durante a manhã de terça-feira, o cenário repetiu-se. A azáfama não era só da organização, que preparava o recinto. As pessoas corriam, andava tudo atarefado. Foi bom sentir, outra vez, as pessoas a mexerem-se a a sentirem-se bem.
    No final do almoço, o trânsito já começava a ficar caótico. Os carros alegóricos começaram a aparecer e as pessoas faziam peregrinação para o local de encontro. Impressionante! Este ano “conquistamos” mais um lugar e cada um esmerou-se para ser o melhor. Pela estrada nacional 103 o desfile não tinha fim e nos passeios não faltavam pessoas a ver, rir e aplaudir. Foi um verdadeiro sucesso e uma prova de que os martinenses, mesmo com muito pouco tempo, conseguem fazer coisas espectaculares. Porque ideias fabulosas não faltaram. O grande objectivo foi cumprido: juntar os martinenses. Durante semanas quase todos os lugares, a pretexto do Carnaval e dos cabazes que receberam, realizaram convívios. Mais uma vez, valeu a pena. Obrigado MARTINENSES!!!
Fomos notícia em vários jornais e merecemos directos em rádios locais e até nacionais.
 
Programa:
14h00- Concentração na saída à EN 103, em Martim D` Além (acesso ao campo de  jogos)
14h30- Saída do desfile
15h30- Chegada ao Largo de Santo António
16h00- Música carnavalesca
16h30- Entrega e distribuição de prémios

Corso carnavalesco

            1-  Carro da organização
- decorado com balões, fitas e cartazes
- aparelhagem com música de Carnaval
 
2- Lugares Representados (ordem alfabética)
 
    * Lugar da Cárcova
- Rainha (acompanhada com sereias)
- Este Lugar, representado pela primeira vez no desfile de Carnaval, apareceu com três carros alegóricos: um limpador do milho com mascarados a rigor, um morto excitado” com o efeito do “Viagra” e a residencial paroquial (em que a criada fugia do padre);
 
    * Lugar da Costa
-Este Lugar levou duas Rainhas-  Rainha do Labriosque (acompanhada por sereias e Rei) e as “Sereias da Encosta”
- Este ano o Lugar da Costa foi dividido em duas partes; uns representaram um infantário em “versão adulta” com tudo pensado ao pormenor (uma carrinha transformada em infantário), outros reproduziram uma cena passada nos prédios da Encosta (problemas relacionados com a luz eléctrica) levando dois carros alegóricos (um com um poste de alta tensão, provocando um curto circuito com “direito” a fogo, e o outro com os bombeiros da Encosta, prontos a apagar o incêndio).

            * Lugar da Lousa
- Rainha do Mar com vestido forrado a conchas e carro decorado com motivos marinhos.
- Este lugar apareceu com dois carros alegóricos: a escolinha da Lousa, a fazer lembrar os velhos tempos das escolas primárias e os “Pescadores” com mascarados associados às lides ligadas ao mar.
 
   * Lugar de Martim d` além
- Duas rainhas: A Sereia e a Rainha do Milho (vestido feito de caroços)
- Foram quatro os carros alegóricos, que representaram este lugar. Um tractor foi transformado em vinha e os mascarados realizaram uma poda ao longo do trajecto do desfile. O circo “Vénus”, sem esquecer nenhum dos intervenientes de um verdadeiro circo. Uma prisão, aproveitando para fazer sátira social, pelo facto de até nas prisões existirem diferenças de tratamento entre ricos e pobres; na cadeia dos ricos estavam representados Vale e Azevedo, Carlos Cruz e Bibi (cada um na sua sela luxuosa) e na dos pobres uma “mão cheia” de delinquentes, todos a monte, sem o mínimo de condições a partilharem o mesmo espaço. Um camião foi transformado em floresta para representar a história da Branca-de-Neve e dos Sete Anões. Atrás seguiam, ainda,  a Caça à Ovelha, a Tasquinha e o Cocktail de Frutas. 
 
    * Lugar dos Pomares
- Este lugar apresentou duas representações, lembrando o grande problema mundial da actualidade: a iminente guerra entre os E. U.A. e o Iraque. De um lado, apareceram George W. Bush e batalhões de militares norte-americanos e, do outro lado, apareceram Saddam Hussein com as suas tropas e a “sombra” de Bin Laden.
 
* Lugar da Pousada
- A Rainha dos Flintstones, vestida a rigor e com um carro também “à moda” dos Flintstones.
- O Lugar da Pousada escolheu, para este ano, lembrar a família Flintstones. Com carro, moto e carrinho de bebé feito em madeira, com as personagens vestidas a rigor e com a música, é claro, dos Flintstones.
 
    * Lugar da Riquinha
- Os moradores deste lugar optaram por representar três situações: uma ambulância, o bloco operatório e a agência funerária. Tudo pensado ao pormenor e com representações ao longo do percurso.
 
* Lugar do Valteiro
- Rainha da Palha
- Este lugar optou, este ano, por representar uma verdadeira aldeia índia. Todos mascarados a preceito, não faltaram as tendas, os sons típicos dos índios, a comida…
 
    * Lugar da Venda
- Duas Rainhas: Rainha do Cavalo (feito em madeira) e Rainha das Flores.
- Os moradores deste lugar dividiram-se em vários grupos e representaram um série de situações: “As Meninas da Ribeira do Sado”, vestidas a rigor e com direito à música que lhes deu o nome. A Volta a Martim em bicicleta com a participação especial dos mais novos deste lugar. A Banda Plástica “Os Galos”. De seguida surgiram quatro representações de sátira social da freguesia: O Ponto de Encontro (Oficina Vintém) com as personagens representadas; o carro “Cd’s Barbosa” (crítica a António Barbosa, o homem dos Cd’s gravados da aldeia); O Caro das Iscas de Bacalhau com os alentejanos e o “Jornal da Moderna”, retratando a “Garagem Moderna”, o local onde se sabe tudo que se passa na freguesia e não só.
 
3- Outras Representações
- Pai Natal, Sucateiro, Mulher prestes a dar à luz e funeral…
 
 
Distribuição de Prémios
* 1000 Diplomas de participação a cada participantes e cabazes por cada carro alegórico
* Melhor Mascarado (troféu)
Mascarado vestido com efeitos de papel de jornal- Lugar da Costa
* Melhor Representação
- Flintstones - Lugar da Pousada
* Melhor Ideia
- Aldeia dos Índios - Lugar do Valteiro
* Rainha 2003  (coroa, ramo de flores e faixa)
- Rainha das Flores -Lugar da Venda
 
 
   
DIA DE MARTIM 2002 15.08.02
   
    Porquê DIA DE MARTIM? A ideia surgiu durante a campanha eleitoral do nosso grupo “MARTIM ACTIVO”. O objectivo: mais uma vez juntar novos e menos novos num convívio saudável e divertido, aproveitando nesse dia ser sempre feriado e, que maior parte das pessoas estão de férias.
Começamos a trabalhar bem cedo para que tudo corresse da melhor forma. Tínhamos um dia para fazer um pouco de tudo para agradar a todos os martinenses. As ideias surgiram e depressa estabelecemos um programa para trabalhar sobre ele. Uma eucaristia em nome de todos os martinenses vivos e falecidos, um rally paper pela freguesia, um piquenique, jogos tradicionais, animação para todos. E surpresas não faltaram. Mais uma vez fizemos divulgação pelos estabelecimentos da terra e órgãos de comunicação local com um convite muito especial a todos os Martinenses.
 
Programa:
 
    7 horas: Eucaristia por todos os Martinenses
    8.30 horas: Rally Paper (com ponto de encontro no Campo 9 de Julho)
    12.30 horas: Piquenique (cada família levou o seu farnel), com ponto de encontro no Campo da unta de Freguesia
    15.30 horas: jogos tradicionais
    20 horas: Sardinha e caldo verde
 
    Uns dias antes a azáfama já era bem visível e na noite anterior a correria era enorme e apareceram muitos martinenses para a ajudar na organização do campo. Até quase que entravamos no Guiness – nos ceús conseguimos marcar presença com centenas e centenas de balões. Lindo!! Durante todo o dia houve animação com palhaços para os mais novos e duas bandas da terra a animar o pessoal. Ao início da noite ainda houve karaoke. A festa acabou com uma surpresa: foguetes com… para quedas.
No Rally paper participaram 23 equipas. A animação foi total e todas as pessoas que participaram têm histórias para contar. Entre a descoberta de lugares na freguesia, da aventura, do conhecimento do tradicional e de cultura geral, passando pela brincadeira. Houve um pouco de tudo. Os grandes vendedores foram: em 1.º lugar ficou a equipa nº2 de Nuno Lopes, acompanhado por Augusto e Alberto, em segundo lugar ficou a equipa nº 22 de José Manuel Pimenta, acompanhado por Ricardo Pimenta e Pedro Lopes, e em terceiro lugar ficou a equipa nº3 de António Fernandes, acompanhado por Bruno Oliveira e Zé Manuel.
    No piquenique dava gosto ver novos e velhos a chegar ao campo com o típico farnel na mão. Foi espectacular.
    A tarde começou bastante animada com a participação em massa de velhos e novos nos jogos tradicionais. Era tanta gente inscrita que apenas se realizaram alguns jogos dos previstos e preparados para ocupar a tarde. Na corrida do saco, com 48 inscrições, saíram vencedores Marco Cardeira e José Filipe Soares. No jogo da corrida à volta do banco, com 40 inscrições, os vencedores foram Sandro Ferreira e Susana Santos. No jogo da colher, com 31 inscritos, ganhou mais uma vez Sandro Ferreira e Sérgio Paulo Ramos. No jogo da força participaram várias equipas saindo vencedora a do Arlindo Capela.
    A animação continuou com os palhaços. As duas bandas da terra actuaram antes e depois da sardinhada e do caldo verde. Mais à noite, foi a vez dos martinenses mostrarem os talentos. As inscrições para o Karaoke tiveram que ser limitadas, porque toda a gente queria mostrar os dotes vocais. No final, à meia-noite, surgiu a última surpresa: o céu ficou cheio de cor com uns foguetes muito especiais: caíram dos céus para quedas e os mais novos deliraram.
 
 
   
CARNAVAL 2002 12.02.02
   
    A ideia de organizar um desfile de Carnaval na nossa freguesia era ambiciosa e sinónimo de “grande desafio”. Nem um mês faltava (desde o dia 8 de Janeiro- dia da tomada de posse) para o Carnaval e organizar um desfile não seria tarefa fácil, mas a decisão imediata foi a de o organizar. Fomos surpreendidos e todos os martinenses nos deram um “presente” daqueles que nunca pensávamos receber. Foi a decisão acertada. Afinal, quando queremos conseguimos. Em pouco menos de um mês toda a gente se juntou e empenhou em fazer e dar o melhor.
    Depois da divulgação pelos estabelecimentos da terra e órgãos de comunicação local foi a vez da nossa equipa sensibilizar pessoas de todos os lugares da nossa freguesia para começarem a trabalhar para o desfile. A resposta foi surpreendente e apesar daquele “friozinho” que nos passa pelo coração e a incerteza pela cabeça, só na segunda-feira à noite, antes do desfile, após uma última reunião de organização e preparação do desfile para o dia seguinte é que tivemos a real noção da agitação e da mobilização que toda a gente. Os cafés estavam desertos, o que não é nada habitual, passavam carros, carrinhas e camiões carregados de material. Era impressionante. Deitamos as mãos à cabeça sem saber muito bem o que estava a acontecer.
    Durante a manhã de terça-feira, o cenário repetiu-se. A azáfama não era só da organização, que preparava o recinto. As pessoas corriam. Foi fenomenal.
    No final do almoço, o trânsito já começava a ficar caótico. Os carros alegóricos começaram a aparecer e as pessoas faziam peregrinação para o local de encontro. Impressionante! Quase todos os lugares apareceram em massa e claro cada um eles esmerou-se para ser o melhor. Pela estrada nacional 103 o desfile não tinha fim e nos passeios não faltavam pessoas a ver, rir e aplaudir. Foi um verdadeiro sucesso e uma prova de que os martinenses, mesmo com muito pouco tempo, conseguem fazer coisas espectaculares. Porque ideias fabulosas não faltaram. O grande objectivo foi cumprido: juntar os martinenses. Durante semanas ainda éramos convidados para festas nos lugares, a pretexto de repartir o prémio (um cabaz). Valeu a pena. Obrigado MARTINENSES!!!
Fomos notícia em vários jornais.
 
Programa:

14.30 horas: Concentração na saída à EN 103, em Martim d` além (acesso ao campo de  jogos)
15 horas: Saída do desfile
16 horas: Chegada ao Largo de Santo António
16.30 horas: Actuação do Rancho Folclórico de Martim
17 horas: Entrega e distribuição de prémios

Corso carnavalesco

    1-  Carro da organização
- decorado com balões e fitas
- aparelhagem com música de Carnaval
 
    2- Agrupamento nº 1204
- carro desfolhada (Lobitos)
- carro confecção do pão (Exploradores)
- carro das vindimas (Pioneiros)
 
    3- Lugares Representados (ordem alfabética)
 
* Lugar da Costa
- Este lugar representou três cenas: casamento (com noivos, padre, meninos das alianças e familiares dos noivos), noite de núpcias (com carro alegórico de casal na cama) e nascimento (também com carro alegórico com grávida em trabalho de parto, acompanhada de toda a equipa médica), fazendo referência a um tema actual (o nascimento dos seis gémeos madeirenses).
 
* Lugar da Lousa
- Este lugar apareceu com dois carros alegóricos: uma família cigana (acompanhada dos tachos, animais e música a rigor), e um confessionário (com padre e beatas).

* Lugar de Martim d` além
- Foram quatro os carros alegóricos, que representaram este lugar. Dois carros, imitando concertos de rock, um camião adaptado a uma sala de ginásio (com aparelhos e colchões) e um tractor transformado em tasca (com o típico jogo da sueca e os tradicionais comes e bebes.
 
* Lugar dos Pomares
- Este lugar apresentou duas representações: uma carrinha com freiras e um padre e uma doente em coma numa maca, com a respectiva equipa médica.
 
* Lugar da Pousada
- Coma alcoólico com uma carrinha adaptada a ambulância com bêbado e equipa médica (representação ao longo do percurso) foi o tema escolhido por alguns moradores deste lugar.
 
* Lugar da Riquinha
- Os moradores deste lugar optaram por representar um carro alegórico com as cenas de um casamento com noivos, padre, convidados...
 
* Lugar do Valteiro
- Este lugar foi o único a apresentar uma rainha (toda vestida com milho- desde os brincos, passando pelo leque até ao vestido e colar) , aproveitando para contar a história do milho. Com três carros alegóricos a representar todas as etapas, desde o semear até à desfolhada. Além disso, ainda apareceu com o carro vassoura a terminar o “seu desfile”.
 
* Lugar da Venda
- Os moradores deste  lugar aproveitaram para fazer sátira política local e representar um pouco da história mundial actual. Um dos carros alegóricos era uma agência funerária com um funeral (havia caixão, “morto”, familiares a chorar, flores...tudo), e o outro carro representava um cemitério com capelas (alusão ao cemitério de Martim) com as campas a representar os partidos locais que foram derrotados nas eleições legislativas, do passado dia 16 de Dezembro, pelo partido independente Martim Activo. Além disso, associaram as capelas às torres de Nova Iorque, que sofreram um atentado em 11 de Setembro passado...nem os talibãs faltaram.
 
4- Rancho Folclórico de Martim
- Que actou no final do desfile
 
Distribuição de Prémios
 
* 500 Diplomas de participação
* Melhor Mascarado (salva)
Rainha do milho- Lugar do Valteiro
* Melhores Carros Alegóricos
1º lugar- Carro “Atentado e cemitério”- Lugar da Venda (salva e medalhas)
2º lugar- Carro do coma alcoólico- Lugar da Pousada (cabaz e trofeu)
3º lugar- Carro da Família Cigana- Lugar da Lousa (cabaz e trofeu)

* Melhor Lugar
1º lugar- Lugar da Costa (cabaz)
2º lugar- Lugar dos Pomares (cabaz)
3º lugar- Lugar de Martim d` além (cabaz)
* Prémio simpatia
- Lugar da Riquinha (cabaz)
 
 
 
Domingo, 24-09-2017 14h46
     
    ACADÉMICO FUTEBOL CLUBE
    AGRUPAMENTO DE ESCUTEIROS
    CASA DO POVO
      GRUPO FOLCLÓRICO
      FUTEBOL FEMININO
      LUTAS AMADORAS
 
   
   
 
 
 
 
 
     
  Copyright 2007 Junta de Martim. Todos os direitos reservados. handmade by "Brainhouse e Tripledesign"